Avós italianos são processados por ‘intromissão’ na vida dos netos

G1

Um casal de avós italianos foi processado pela própria filha, acusado de tentar influenciar demais a educação dos netos. Se condenados, eles podem ser obrigados a se afastar das crianças. A mãe das crianças, de três e dez anos de idade, respectivamente, acusa os próprios pais de se intrometerem em demasia na vida de seus filhos.

   Patrizia, de 42 anos (o sobrenome não é divulgado para proteger a família), diz que seus pais se comportam de maneira ‘invasiva’. Segundo a mulher, eles queriam influenciar a educação das crianças e ter acesso permanente aos netos. Quando reclamou da insistência, conta, seus pais passaram a perseguir obstinadamente a família, tocando a campainha, ligando e mandando inúmeros torpedos.

   O conflito culminou em um processo penal contra os avós, que tem quase 70 anos de idade. O tribunal de Modena deverá julgar se o comportamento do casal se enquadra na lei italiana contra ‘stalking’ ou perseguição persistente.

   Trata-se de um caso inédito na Itália: na maioria das vezes, a lei é aplicada em circunstâncias diferentes, por exemplo, quando um ex-marido persegue a ex-mulher, ou quando um fã tem obsessão por um artista e fere sua privacidade.

Matéria completa disponível em G1

Anúncios

Receita alerta para tentativas de golpes em época de declarar IR

TERRA

   Em época de declaração do Imposto de Renda, aumentam as tentativas de aplicação de golpes via e-mail. A Receita Federal alerta que quadrilhas especializadas em crimes pela internet continuam utilizando mensagens eletrônicas como meio para a obtenção ilegal de informações fiscais, bancárias e cadastrais do contribuinte. São mensagens com links ou arquivos anexados que infectam computadores com vírus e outros programas que permitem o acesso ilegal aos dados.

    Um dos golpes consiste em mensagem de e-mail informando que a Receita Federal analisou todas as declarações do Imposto de Renda 2012/2013 e encontrou uma inadimplência no CPF do usuário. Para isso, a mensagem pede que o usuário clique em um link para ver o demonstrativo dos números apresentados e de declarações divergentes.

    Outras mensagens fraudulentas indicam a disponibilização para download do programa de declaração do Imposto de Renda e a necessidade de envio de uma declaração retificadora ou a existência de valores residuais de restituições do Imposto de Renda a serem recebidos pelo destinatário.

Matéria completa em Terra

Para ser uma pessoa boa é preciso acreditar em Deus, dizem brasileiros

GOSPEL PRIME

   O instituto Pew Research Center divulgou uma pesquisa de escala mundial. Pessoas de 40 países foram inquiridas se acreditar em Deus era algo “essencial” para uma pessoa ter bons valores.

   Nos países mais ricos, em especial na Europa, a população discorda que existe este tipo de relação.  Por outro lado, nações que são pobres como Gana (África) e Indonésia (Ásia), cerca de 99% concordam.

   Em 22 dos 40 países pesquisados, a maioria dos entrevistados afirma que é necessário acreditar em Deus para ser uma pessoa “boa”. A maioria das pessoas na Ásia e na América Latina vinculam fé e moralidade.

   Também é verdade na África e no Oriente Médio. Com destaque para Israel, que é a exceção, pois a maioria ali pensa que não é preciso acreditar em Deus para ser uma pessoa correta.

Entre os brasileiros entrevistados, 86% acreditam nessa relação direta de religião e moral, índice bem maior que outras nações vizinhas, como Argentina (47%) e Chile (46%).

Matéria completa em Gospel Prime

Mendiga saudita deixa ‘herança’ milionária

G1

Após a morte de uma mulher que passou décadas mendigando nas ruas de Jeddah, na Arábia Saudita, as autoridades tiveram uma surpresa. Eles descobriram que Eisha, como era conhecida, tinha uma fortuna secreta em moedas de ouro, joias e imóveis.

   Segundo o jornal local Gazeta Saudita, ela acumulou uma fortuna equivalente a US$ 800 mil (R$ 1,8 milhão), incluindo quatro prédios na cidade.

Fortuna da mulher, que inclui joias e diversos imóveis, está agora nas mãos das autoridades (Foto: Getty Images)
   Fortuna da mulher, que inclui joias e diversos imóveis, está agora nas mãos das autoridades (Foto: Getty Images)

   A notícia chocou a grande maioria dos moradores que vivem nos bairros em que Eisha, que tinha 100 anos, costumava mendigar, exceto por Ahmed Al-Saeedi, um amigo de infância da mulher que a ajudava a cuidar de seus bens.

   Segundo ele, boa parte da riqueza da amiga foi acumulada quando ela mendigava ao lado da mãe e da irmã – ambas já mortas. “As pessoas se solidarizavam com elas. E elas acabavam recebendo muitas doações, especialmente durante o Eid (feriado religioso muçulmano)”, disse.

   Saeedi disse ainda que ele tentou por diversas vezes convencer a amiga de deixar a mendicância. “Eu pedia para ela desistir de pedir esmolas, já que ela tinha muito dinheiro, mas ela sempre se recusava, dizendo que estava se preparando para tempos difíceis.”

   Várias famílias que moram nas propriedades de Eisha disseram que ela nunca lhes cobrou aluguel. Ainda não está claro se eles serão expulsos, já que toda sua “herança” – incluindo os imóveis – está agora na mão das autoridades.

Matéria disponível em G1

 

Fumo passivo causa danos irreversíveis ao organismo das crianças

VERDADE GOSPEL

   O prejuízo do cigarro à saúde das crianças – vítimas do fumo passivo – é algo que já vem sendo provado há muito tempo pela ciência. No entanto, um novo estudo publicado na “European Heart Journal” traz novos dados sobre o risco que as crianças correm ao conviverem com adultos fumantes. De acordo com a pesquisa, o problema causa danos irreversíveis às artérias de crianças, tornando os vasos sanguíneos até três anos mais “velhos” do que se não estivessem expostos à fumaça.

   Esse “envelhecimento”, segundo a BBC News, engrossa as paredes das artérias, o que eleva o risco de ataques cardíacos e enfartes na idade adulta.

   O estudo analisou mais de 2 mil crianças com idades entre 3 e 18 anos na Finlândia e na Austrália e concluiu que esse tipo de dano ocorria quando pai e mãe fumavam. “Nosso trabalho mostra que a exposição ao fumo passivo na infância causa um dano direto e irreversível à estrutura das artérias”, disse à BBC a coordenadora do estudo, Seana Gall, da Universidade da Tasmânia (Austrália).

   Pais ou casais que pensam em ter filhos devem parar de fumar, não apenas para recuperar sua própria saúde, mas para proteger a saúde dos filhos no futuro.

Matéria completa disponível em Verdade Gospel

Falta de atividade física pode matar, alerta especialista

FOLHA GOSPEL

   Embora nunca tenha se falado tanto sobre vida saudável como hoje, é contraditório o aumento do número de pessoas sedentárias, que não gastam o que consomem. Em 2004, o sedentarismo era o quarto fator de risco e hoje é o segundo, perdendo apenas para a hipertensão arterial. “Isso acontece porque não há uma percepção de que o sedentarismo mata. Para as pessoas, o que mata é a hipertensão, o diabetes e o câncer”, afirma a médica Sandra Matsudo, do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs).

Nos tempos atuais, gasta-se uma caloria a cada sete consumidas. Na Era Paleolítica, essa relação era de uma gasta a cada três consumidas. “Acredito no equilíbrio. As pessoas têm que buscar o seu balanço energético, ou seja, gastar o que consomem. Não tem mágica para isso, é uma simples soma”, resume ela.

Segundo a especialista, o estilo de vida é responsável por 50% das causas das principais doenças que mais matam, como infarto, AVC e câncer. “Temos 50% de chance de evitar essas doenças. Basta optar por mudanças de hábitos que incluam atividades físicas”, avalia.

A recomendação é de pelo menos 30 minutos de atividade física moderada, de forma contínua ou acumulada – duas sessões de 15 minutos ou três sessões de 10 – pelo menos cinco vezes por semana.

“Essa rotina diminui em 84% os riscos de infarto e em 36% os casos de câncer, além de reduzir os riscos cardiovasculares e de hipertensão, mesmo no caso de fumantes”, ressalta.

A má notícia é que mesmo quem faz atividade física regularmente deve se preocupar com o tempo que permanece sentado ao longo do dia. Dados recentes mostram que esses casos apresentam um aumento de 40% nos fatores de risco de doenças cardiovasculares.

Segundo uma pesquisa, uma média de seis horas todos os dias sentado em frente ao computador ou à TV corresponde a cinco anos a menos de expectativa de vida. “A orientação é se movimentar por 10 minutos a cada uma hora sentado. Atender ao telefone andando ou colocar o notebook numa mesa mais alta para digitar em pé são boas dicas para quem trabalha em escritório”, sugere.

Fonte: EFE

Disponível em Folha Gospel