Uso intensivo do celular aumenta risco de câncer cerebral, diz estudo francês

FOLHA GOSPEL

   O uso intensivo do telefone celular ajuda um aumento do risco de sofrer um tipo câncer cerebral agressivo, segundo o estudo publicado por pesquisadores da universidade de Bordeaux na revista especializada “Occupational & Environmental Medicine”.

A equipe dirigida por Gaëlle Coureau demonstra que há dois tipos de tumores associados a uma prolongada exposição à radiofrequência desses aparelhos: os gliomas, agressivos, e os meningiomas, mais fáceis de operar. As pessoas que utilizam o telefone portátil mais de 15 horas por semana, o que representa 30 minutos ao dia, têm maior risco de que esses tumores se desenvolvam.

Os pesquisadores analisaram o perfil de 450 doentes de câncer e usuários de telefone celular acima de 15 anos entre junho de 2004 e maio de 2006 em quatro departamentos franceses e o compararam com 900 usuários de dito aparelho em perfeito estado de saúde. O estudo “Cerenat” confirma as conclusões do Centro Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (CIIC), que no ano passado estabeleceu que “existe uma possível conexão entre o uso do telefone portátil e a aparição de gliomas”.

Para reduzir os riscos, organizações como o Instituto Nacional de Prevenção e Educação para a Saúde da França recomendam afastar o máximo possível o telefone da cabeça, usar o dispositivo com as mãos livres ou evitar chamadas longas, com o objetivo de impedir o excesso de exposição às ondas eletromagnéticas.

Fonte: EFE

Matéria disponível em Folha Gospel

Dez alimentos que não devem ser guardados na geladeira

VERDADE GOSPEL

A geladeira é um item indispensável, mas, em alguns casos, os alimentos devem ficar longe dela. Confira abaixo a lista feita por especialistas do jornal espanhol “ABC” e saiba que alimentos são esses.

1. Tomate

Segundo Harold McGee, especialista em nutrição, o tomate perde sabor na geladeira, já que o frio faz com que ele interrompa seu processo de amadurecimento, que ressalta seu aroma e gosto. A baixa temperatura também rompe suas membranas e o deixa mais farinhento. A melhor opção nesse caso é colocar o fruto em um cesto fora da geladeira.

2. Batata

Guardar batata na geladeira faz com que o seu amido se converta em açúcar. Por isso a batata fica mais doce e farinhenta. A recomendação é guardá-la em uma sacola de papel. Por serem porosas, elas demoram mais para apodrecer. A apresentadora de TV americana Martha Stewart recomenda que elas fiquem em locais escuros e com boa ventilação. Durante o verão, é bom não demorar muito para consumi-las.

3. Pão

Colocar pão na geladeira faz com que ele fique duro e seco. O ideal é guardá-lo em um saco de pano. Se não for utilizar em breve, é melhor enrolar o pão em papel filme e congelar. Antes de consumir é preciso deixar que ele descongele totalmente. O mesmo não vale para o pão de forma. Contanto que ele esteja em embalagem de plástico, não há problema em deixá-lo na geladeira.

4. Abacate

Deixar o abacate em local escuro e fresco é a melhor maneira de conservá-lo. Na geladeira, ele estraga mais rápido, ficando com a casca escura e a polpa dura.

5. Frutas tropicais

Para banana, abacaxi e mamão, a geladeira só traz danos. Baixas temperaturas anulam as enzimas que fazem a fruta amadurecer, fazendo com que sua polpa fique pastosa e sua casca escureça com mais facilidade. A dica é, deixe as frutas em local fresco e com pouca luz. No verão, compre ou colha poucas e consuma o quanto antes.

6. Cebola

A umidade da geladeira faz com que as cebolas amoleçam e mofem mais rapidamente. Para que elas durem mais, é bom guardá-las em local fresco e seco. Ah, e longe das batatas. Cebolas e batatas juntas emitem um gás que acelera o processo de apodrecimento.

7. Alho

Na geladeira, pequenos brotos crescem rapidamente no alho, fazendo com que ele fique mole e mofe mais rapidamente. Para ter alhos frescos por mais tempo, o saco de pano, que também serve para o pão, é a melhor opção. Mantenha o saco em local fresco e seco.

8. Manjericão

O manjericão murcha rapidamente na geladeira, além de absorver os odores de outros alimentos ao redor. O melhor é guardar o ramo em um vaso com água, como se fossem flores. Se deseja guardar o ramo por muito tempo, Martha Stewart recomenda que ele seja fervido, batido e congelado em formas de gelo.

9. Mel

As características do mel, como baixa quantidade de água e grande concentração de açúcar e agentes antibacterianos, fazem com que este alimento não estrague facilmente. Não há necessidade alguma em colocá-lo na geladeira, onde ele se cristaliza facilmente.

10. Azeite de oliva

O melhor local para deixar o azeite é em sua embalagem, em local fresco e com pouca luz. O frio da geladeira faz com que ele condense rapidamente, formando uma pasta parecida com a manteiga e alterando seu sabor.

Deixe seu comentário no Verdade Gospel.

Fonte: O Globo

Matéria disponível em Verdade Gospel

Para ajudar no superávit, governo tenta segurar R$ 1,32 bi do PIS

O GLOBO

   Com dificuldade para cumprir a meta de superávit do ano, o governo tenta fazer caixa com um dinheiro destinado aos trabalhadores mais pobres: o abono salarial (PIS). O benefício, no valor de um salário mínimo (R$ 724), é pago todo ano aos trabalhadores que recebem até dois salários. O prazo para o recebimento do abono encerra no dia 30 de junho. Em anos anteriores, o governo fez campanhas publicitárias para alertar as pessoas a procurarem as agências da Caixa Econômica Federal e sacar o dinheiro dentro do prazo. Este ano, em março, o Ministério do Trabalho iniciou os preparativos da campanha publicitária, mas ela foi suspensa. De acordo com integrantes do governo, a orientação partiu do Ministério da Fazenda e o objetivo é reservar os recursos para compor o superávit primário, economia que o governo faz para o pagamento dos juros da dívida.

   Segundo o Ministério do Trabalho, há ainda 1,83 milhão de beneficiários que não sacaram o abono, o que equivale a uma quantia de R$ 1,32 bilhão. Tem direito ao abono, quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos um mês no ano anterior ao do pagamento. Para isso, é preciso estar inscrito no cadastro do PIS há pelo menos cinco anos.

   Consultado no mês passado sobre o tema, o Ministério do Trabalho confirmou que não havia campanhas previstas e que “estudava a produção de uma campanha publicitária sobre o tema, observando os limites orçamentários”. Integrantes do Palácio do Planalto, no entanto, confirmaram que não haverá campanha. Se os saques não forem feitos até junho, o recurso volta para o Tesouro e só pode ser retirado mediante decisão judicial.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/para-ajudar-no-superavit-governo-tenta-segurar-132-bi-do-pis-12504897#ixzz31t9Tk7jz

© 1996 – 2014. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Consumir água antes das refeições ajuda a emagrecer

FOLHA GOSPEL

   Parece que o velho truque de beber dois copos de água antes das refeições realmente é eficaz para quem está brigando com os ponteiros da balança. Um estudo da Universidade Virgínia Tech, nos Estados Unidos, mostrou que as pessoas que ingeriram o líquido antes de comer perderam em média sete quilos e meio, enquanto que as outras eliminaram apenas cinco quilos e meio.

   A pesquisa sugere que a água ajudaria a reduzir as calorias ingeridas por preencher o estômago ou fazer que a pessoa evite bebidas açucaradas durante as refeições.

Fonte: Corpo a Corpo – UOL

Matéria extraída de Folha Gospel