Jovem copia a Bíblia à mão em 8 meses e bate recorde brasileiro

VERDADE GOSPEL

A estudante Lauane Destro Viana, de 19 anos, bateu o recorde de manuscrever mais rápido a Bíblia, informou o RankBrasil, empresa que registra recordes exclusivamente brasileiros. A jovem de Santo André (SP) copiou à mão o livro em oito meses, de 17 de fevereiro a 17 de outubro deste ano. a informação é do ‘G1′.

“Sou cristã evangélica e leio a Bíblia todo ano desde que me converti. Quando preparava um cronograma para relê-la, ouvi a voz do Espírito Santo me pedindo para que daquela vez eu copiasse o livro”, contou.

O recorde anterior pertencia ao mineiro Sidney Mendonça, que copiou a Bíblia em nove meses, em 2013. Na ocasião, o rapaz, que já havia lido o livro duas vezes, estava de férias da faculdade de engenharia e afirmou ter encarado a empreitada para “fazer algo diferente”.

Segundo matéria no 'G1', para ir do Gênesis ao Apocalipse, a paulista utilizou 22 canetas, três corretivos e 2.923 páginas de caderno universitário

Segundo matéria no ‘G1′, para ir do Gênesis ao Apocalipse, a paulista utilizou 22 canetas, três corretivos e 2.923 páginas de caderno universitário

Para ir do Gênesis ao Apocalipse, Lauane usou 22 canetas, três corretivos e 2.923 folhas de papel. “Estudava o livro entre 8 e 10 horas em média, todos os dias. Só no último mês reduzi a intensidade da transcrição, porque comecei a trabalhar como auxiliar administrativa”, explicou.

De acordo com o RankBrasil, a estudante teve que enviar fotografias, vídeos e declarações reconhecidas em cartório para garantir que ela mesma realizava o desafio. Lauane, que será premiada com um troféu, disse que após ter manuscrito a Bíblia, compreendeu melhor seu livro favorito.

“Li com a atenção dobrada, já que também estava escrevendo. Desta vez, percebi como o livro apresenta os erros que as pessoas cometem, não só os acertos. Isso é importante, porque os sábios aprendem com os erros dos outros”, acredita Lauane.

Matéria disponível no Verdade Gospel

Fonte: G1

Anúncios

Tribunal de Justiça suspende lei que impede construção da Estação Catedral

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) suspendeu ontem o efeito da Lei 2728/2015, aprovada em agosto em âmbito municipal em Ribeirão Preto, cujo conteúdo proibia qualquer tipo de construção nas praças da Catedral e das Bandeiras, trecho compreendido entre as ruas Américo Brasiliense, Visconde de Inhaúma, Lafaiete e Tibiriçá.

O Executivo entrou com a ação por julgar o código inconstitucional. O então Projeto de Lei, de autoria do vereador Rodrigo Simões (PP), foi elaborado, primordialmente, para evitar que a Administração municipal dê andamento na implantação de cinco plataformas de ônibus na região. Pela decisão do Tribunal, a referida lei não pode gerar nenhum efeito estando o município em condições de prosseguir com projetos de melhoria na área.

O Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), já aprovou os projetos de duas plataformas na Rua Américo Brasiliense e uma na Rua Visconde de Inhaúma. A Prefeitura ainda aguarda o laudo do Conselho para mais duas plataformas na Rua Florêncio de Abreu.

 

Matéria disponível em Jornal A Cidade

Deputado quer que MP obrigue governo de SP a dar a ‘pílula do câncer’

FOLHA GOSPEL

O deputado estadual Rafael Silva (PDT) entra nesta terça-feira, 3, com representação na Procuradoria Geral de Justiça do Estado na tentativa de obrigar o Governo paulista a fornecer a fosfoetanolamina sinténtica a pacientes com câncer sem a necessidade de medida judicial. O pedido se baseia em lei federal que isenta de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) medicamentos novos, destinados a uso experimental, sob controle médico.

Cápsulas da substância são produzidas pelo Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos, mas os pacientes precisam de liminar judicial para ter acesso ao produto, que não tem registro na Anvisa.

Representação com o mesmo teor será protocolada também na Procuradoria Regional da República da 3.ª Região, em São Paulo, tendo como foco o governo federal. De acordo com o parlamentar, a Lei 10.742 de 2003 dispõe que “estão isentos de registro os medicamentos novos, destinados exclusivamente a uso experimental, sob controle médico, podendo, inclusive, ser importados mediante expressa autorização do Ministério da Saúde”.

O líder do PDT na Assembleia paulista também dará entrada a projeto de lei dispondo sobre a distribuição gratuita da fosfoetanolamina sintética pelo governo estadual aos pacientes com câncer.

Silva, que também já propôs a abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar se houve omissão de autoridades no caso da fosfoetanolamina, espera que o Estado seja compelido a criar, de forma imediata, uma estrutura para a produção das cápsulas em grande escala.

Segundo ele, a Fundação para o Remédio Popular (Furp) mantém, em convênio com a Concessionária Paulista de Medicamentos, no município paulista de Américo Brasiliense, a 100 km de São Carlos, uma estrutura pronta para produção de remédios que abastecem o sistema público de saúde.

Ainda segundo o deputado, o escritório compartilhado das Nações Unidas em São Paulo receberá um pedido de intervenção do órgão no caso das cápsulas do câncer.
“A possível descoberta de uma substância que pode curar o câncer trará benefício para a população mundial”, disse.

Em Brasília, o parlamentar paulista pretende acionar a Organização Pan-Americana da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS) – escritório regional para as Américas. “Já que as autoridades brasileiras não deram a devida atenção a esse assunto de extrema importância para a população de todo o mundo, vou acionar organismos internacionais que defendem os direitos humanos e da saúde”, afirmou.

Matéria completa disponível em Folha Gospel

“Preparem-se para a perseguição”, alerta Pastor Billy Graham às igrejas dos EUA

FOLHA GOSPEL

O reverendo Billy Graham emitiu uma advertência por escrito para as igrejas norte-americanas: “Preparem-se para a perseguição”.

O evangelista de renome internacional e fundador da Associação Evangelística Billy Graham escreveu um comentário que foi postado em seu site oficial, na semana passada e está programado para integrar a edição de Novembro da revista ‘Decisão’.

No comentário, Graham observa que a igreja americana tem sido amplamente familiarizada com a perseguição, por escrito, mas a “imunidade à perseguição que os cristãos dos EUA têm experimentado nos últimos dois ou três séculos é incomum”.

“Como um todo, a nossa nação não sabe o que realmente é a privação. Nós não sabemos o que é sacrifício. Nós não sabemos o que é sofrimento. A perseguição deve atingir a Igreja na América, como aconteceu em outros países”, escreveu Graham.

“Uma vez que temos experimentado pouca perseguição religiosa neste país, é provável que, sob pressão, muitos negariam Cristo. Aqueles que gritam mais alto sobre a sua fé podem render-se mais rápido”.

Graham passou a lista das “cinco maneiras para fortalecer a si mesmo de modo que você seja capaz de se firmar diante da perseguição”. Estes incluíram certificar-se de sua relação com Deus, caminhar com Deus, ler regularmente as Escrituras Sagradas, orar sempre e meditar sobre Cristo.

“Hoje nossa nação se classifica como o maior poder sobre a face da Terra. Mas, se colocarmos a nossa confiança no poder das armas em vez do Deus Todo-Poderoso, o conflito que está por vir pode se voltar contra nós”, prosseguiu Graham.

“A história e a Bíblia indicam que a tecnologia e bens materiais não são suficientes em tempos de grande crise”.

Por muitos anos, alguns – especialmente nos círculos socialmente conservadores – têm argumentado que os Estados Unidos estão gradualmente ‘marginalizando’ os cristãos.

Eles apontam para coisas como a censura a exposição de presépios e a um monumento aos dez mandamentos, na propriedade do governo do Tennessee como resultado de um crescimento inerente do secularismo na mídia.

Nos últimos anos, o filho de Graham, o reverendo Franklin Graham tornou-se um crítico franco do que ele acredita ser a crescente hostilidade contra os cristãos na América.

No início de outubro, Franklin Graham escreveu um post em em sua página do Facebook, no qual ele citou o tiroteio na Universidade Umpqua, em Roseburg, Oregon (EUA) como um exemplo desta hostilidade.

Chris Harper-Mercer abriu fogo contra estudantes em Umpqua, matando nove pessoas e ferindo outras sete, antes de cometer suicídio. Os primeiros relatórios indicaram que ele se dirigiu de forma específica a estudantes cristãos.

“A perseguição e segmentação dos cristãos não acontece apenas no Irã ou no Oriente Médio, mas também aqui na América”, escreveu Franklin Graham.

“As almas corajosas da universidade de Umpqua, que se levantaram para dizer que eram seguidoras de Jesus Cristo, foram baleadas sem piedade. Jesus disse: ‘Se eles odeiam você, lembre-se que eles me odiavam antes de odiarem vocês”(João 15.: 18)”.

Fonte: Guia-me