Financiamento Automotivo

JORNAL ANUNCIAR

Veículo Financiados e Ação Revisional: alguns cuidados

É provável que você já tenha ouvido falar sobre as milagrosas ações judiciais que reduzem o valor da parcela do financiamento de veículos.

Elas existem, mas alguns cuidados são importantes.

Você deve contratar um advogado de SUA CONFIANÇA e não um advogado indicado pelo primo do tio da amiga de seu vizinho. Evite advogados de outros Estados.

Jamais deixe de pagar as prestações mensais de seu financiamento. Não há medida judicial que impeça a instituição financeira de ingressar com uma busca e apreensão. Opte por fazer o depósito judicial do valor total da prestação.

Caso seja ofertado a você um plano para pagamento mensal de valor para depósito judicial menor que o valor da prestação mensal do financiamento, desconfie! Se você não depositar o valor integral da prestação, os depósitos não impedirão a busca e apreensão de seu veículo nem a “negativação” de seu nome.

O valor cobrado pelo profissional pode variar muito. Porém, se o advogado confia em seu trabalho, costuma-se cobrar um valor inicial para as despesas e os honorários são cobrados ao final (um percentual sobre o seu ganho).

Acompanhe pela internet o andamento de seu processo no site do Tribunal de Justiça de seu Estado. Pesquise sempre pelo seu nome para saber se o Banco não ingressou com a busca e apreensão.

A devolução amigável do veículo se dá de duas formas: com anistia (onde você não fica devendo nada) e sem anistia (sem quitação, dando direito a cobrar de você desde o guincho, a comissão do leiloeiro até a diferença entre o saldo devedor e o valor arrecadado pela venda do veículo).

Por fim, se você receber uma Notificação Extrajudicial do banco, enviada via cartório, procure seu advogado imediatamente. É a busca e apreensão se aproximando!

Valdemir Caldana e  Jonatas Gomes Santana

Leia mais no site ieaderp.com.br