Após tragédia em Santa Maria, igrejas de São Paulo serão fiscalizadas

Fonte: FOLHA GOSPEL

     A classificação usada pela prefeitura para determinar quais estabelecimentos serão vistoriados engloba locais com lotação igual ou superior a 250 pessoas, como casas noturnas, teatros e igrejas.

     Depois do incêndio que matou mais de 200 jovens em Santa Maria (RS), a prefeitura de São Paulo iniciou um trabalho intenso de fiscalização em espaços considerados “locais de reunião” na área das subprefeituras da Sé, Pinheiros, Vila Mariana e Santo Amaro. O trabalho da prefeitura já resultou no fechamento de pelo menos duas igrejas na região.

     De acordo com o Estadão, a ação é baseada na legislação que determina que possuir Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) é obrigatório para qualquer estabelecimento abrir as portas. Sem o documento, não é possível obter o alvará de funcionamento, dado pela Prefeitura.

     De acordo com o Corpo de Bombeiros, dos 26 estabelecimentos vistoriados 24 deles não possuem nem mesmo o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), documento básico para solicitar o alvará de funcionamento. Entre estes estão incluídas duas igrejas.

    A lista apresentou dois templos religiosos, uma igreja localizada na rua Araritaquaba, número 01, que não teve o nome divulgado, e a Igreja Evangélica Vida Nova Projeto Salvação, localizada na Rua Dr João Inácio Teixeira, 78. Além das igrejas foram notificadas várias danceterias, boates e casas de shows, por também não apresentarem condições mínimas de funcionamento.

     Os endereços foram vistoriados pela corporação na operação Prevenção Máxima, anunciada pelo governo estadual para averiguar as condições de segurança dos chamados locais de reunião na capital.

Fonte: Gospel+

Matéria disponível em: Folha Gospel

Anúncios

SBB distribui Bíblias e promove corrente de orações em Santa Maria

       Extraído de: FOLHA GOSPEL NEWS

     A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), em ação solidária aos afetados pela tragédia de Santa Maria (RS), está distribuindo material bíblico e fazendo corrente de orações para levar consolo e esperança aos que perderam entes queridos no incêndio.

     A distribuição de literatura bíblica em Santa Maria está inserida no programa Fortalecer da SBB, e almeja através disso oferecer assistência espiritual e social. A entidade também lançou um apelo aos cristãos de todo o Brasil para que se envolvam na ação, por meio de orações e enviando mensagens escritas.

     “Estamos distribuindo Bíblias, livretos e folhetos aos enlutados, para que encontrem consolo na Palavra de Deus. Em meio a uma tragédia que comove toda uma nação, é importante que se estabeleça uma corrente de orações, para que essas pessoas sejam sensíveis à mensagem de esperança do Evangelho”, relata Erní Seibert, secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, em um comunicado compartilhado com o The Christian Post.

     A distribuição do material bíblico está sendo realizada através de uma equipe enviada pela SBB e em conjunto com as igrejas cristãs da cidade.

    Além de Bíblias, voluntários estão entregando também materiais de literatura bíblica como “Deus está presente”, “Deus é o nosso refúgio” e “Nada pode nos separar do amor de Deus”. Os voluntários estão visitando os hospitais de Santa Maria e região, que estão atendendo os sobreviventes do incêndio.

    “Em situações desesperadoras como este incêndio que ceifou tantas vidas, esta ação é fundamental, porque a Bíblia traz uma palavra de esperança, que conforta e fortalece”, ressaltou Seibert.

     A SBB planeja reunir líderes voluntários para tratar sobre o tema “Amparo de Deus no Luto”, tendo como base o conteúdo do livreto “Deus está presente”. O evento será no dia 7 de fevereiro, das 9h às 12h, na Igreja Batista Betel, localizada na av. Borges de Medeiros, no Bairro Salgado Filho.

    O programa Fortalecer da SBB tem o objetivo de oferecer assistência espiritual e social a segmentos da população em situação de vulnerabilidade social, inclusive as vitimadas por calamidades. Parcerias com organizações governamentais e não governamentais implementam as ações e possibilitam a distribuição de materiais bíblicos a essa população.

     O incêndio na boate Kiss em Santa Maria, Rio Grande do Sul, deixou mais de 230 mortos e é considerado a segunda maior tragédia da história do Brasil.

     Fonte: The Christian Post

Matéria disponível em: http://folhagospel.com/modules/news/article.php?storyid=24438

Repercussão da tragédia em Santa Maria

      Fonte: Notícias Gospel Mais

     A tragédia na boate Kiss, em Santa Maria, RS, onde mais de 230 jovens morreram num incêndio, causou comoção nacional e levou a manifestações emocionadas de diversos líderes evangélicos.

     O pastor Marco Feliciano usou o Twitter para expressar sua consternação e dor: “Oremos pelas famílias das vítimas da cidade de Santa Maria-RS. Meus sentimentos aos gaúchos. Mais de 230 mortes, tragédia estúpida!”.

     O pastor Ciro Zibordi usou seu perfil no Facebook para expressar sua “profunda tristeza na alma” devido à dor dos familiares das vítimas, e pedir que além de “orarmos por elas, sejamos cristãos de verdade, que pregam o Evangelho, aconselham, socorrem os necessitados, confortam os que sofrem, etc”.

     Zibordi pontuou que a igreja pode mais: “Podemos fazer mais do que temos feito. Mas não caiamos no erro de propagandear nossas realizações em prol dos necessitados. O nosso galardão vem do Senhor”.

     Matéria completa em: http://noticias.gospelmais.com.br/incendio-boate-santa-maria-cristaos-oracoes-redes-sociais-48887.html